Biópsia

Consiste na remoção de uma amostra de mucosa ou lesão, para diagnosticar por meio de exame no laboratório de patologia pela análise microscópica.

Colonoscopia

A Colonoscopia é o exame endoscópico do intestino grosso e porção final do íleo ( Intestino Delgado). È realizado principalmente para prevenção e detecção de cânceres, mas também para o diagnóstico de pólipos, doença inflamatória intestinal, etc.

Dilatação Endoscópica

É a dilatação de estenose (estreitamento da luz do tubo digestivo).

Diverticulectomia

Tratamento endoscópico de divertículos de esôfago que causam dificuldade de deglutição.

Ecoendoscopia

Ecografia interna realizado por meio de endoscopia para diagnóstico de lesões benignas e malignas do tubo digestivo, tumores adjacentes como de pâncreas e de gânglios com possibilidade de biópsias por agulha.

Endoscopia com Magnificação

Exame endoscópico com recurso de magnificar ou aumentar a imagem em 100 a 200 vezes para detectar lesões pré-malignas em fase inicial de evoluçao com maior possibilidade de cura, sendo possível até a sua retirada por endoscopia.

Endoscopia Digestiva Alta

O Exame de Endoscopia Digestiva Alta, tem como finalidade examinar o esôfago, estômago e duodeno, com a utilização de aparelhos ópticos e eletrônicos. Além de examiná-los, quando necessário, permite a retirada de amostras ( biópsias) e a realização de procedimentos como dilatação de esôfago, polipectomia, ligadura de varizes esofágicas, cauterização de lesões, etc.

Enteroscopia de Duplo Balão

Exame endoscópico para examinar o intestino delgado realizado por meio de endoscópio longo. Serve para diagnóstico de lesões sangrantes como pólipos e tumores não diagnosticados por endoscopia convencional e colonoscopia.

Esclerose

É a administração de medicamentos com utilização de uma agulha especial com o objetivo de cauterizar o sangramento.

ESD - Dissecção Endoscópica da Submucosa

Procedimento endoscópico novo para retirada de lesões pré-malignas e até malignas (cânceres), porém consideradas precoces superficiais ou iniciais, restritas a mucosa, localizadas no esôfago, estômago ou intestino.

Injeta-se um líquido para elevar a lesão e retira-se a lesão por meio de dissecção da camada abaixo da mucosa (submucosa). A lesão não pode ter atingido camadas mais profundas, pois nessa situação o tratamento torna-se cirúrgico. 

Hemostasia ou Cauterização com Plasma de Argônio

É a cauterização da mucosa do tubo digestivo para tratar algumas doenças como: vasos dilatados, má formações vasculares que causam sangramento, lesões pré-malignas.

Ligadura Elástica de Varizes de Esôfago

Consiste em aprisionar as varizes com bandas elásticas de maneira a bloquear o fluxo de sangue e parar o sangramento ou eliminar as varizes. A variz "estrangulada" trombosa, o tecido fibrosa e cicatriza após alguns dias.

Manometria Esofágica

A Manometria Esofágica é um exame com a introdução de uma sonda no esôfago para analisar a motilidade e a atividade das válvulas do esôfago. É um exame fundamental na abordagem das disfagias (dificuldade de deglutição), na dor torácica indeterminada e na avaliação pré-operatório da doença do refluxo gastroesofágico e para orientar o tratamento.

Mucosectomia

Retirada endoscópica de lesões pré-malignas ou malignas em fase inicial para evitar cirurgias de grande porte.

PH Metria

A PH Metria é o melhor exame para diagnosticar o refluxo ácido. Consiste em uma sonda fina que é introduzida no esôfago. A PH Metria de 24 horas é um exame indolor, inóculo e de grande valor para confirmar a presença de doença do refluxo gastroesofágico e para orientar o tratamento.

Polipectomia

Retirada de pequenos tumores que crescem na mucosa do tubo digestivo, a maioria deles são benignos e podem surgir em qualquer idade sem apresentar sintomas.

Retossigmoidoscopia Flexível

A Retossigmoidoscopia é um exame endoscópico que exame as regiões do ânus, reto e porção final do intestino grosso. Ela é capaz de diagnósticar desde doenças simples (hemorroidas, fissuras e fístulas) até doenças mais importantes ( inflamatórias crônicas, pólipos e neoplasias).

Teste respiratório de hidrogênio expirado

 O teste respiratório do hidrogênio expirado é um exame que utiliza a medida do hidrogênio presente na respiração para diagnosticar várias condições clínicas que causam sintomas gastrointestinais.

É um excelente método para diagnótico diferencial da diarréia persistente e crônica, dor abdominal, excesso de gases, aumento dos ruídos intestinais e distensão abdominal, sintomas que podem ser decorrentes da má absorção ( intolerância) de açucares (lactose,sacarose,frutose, sorbitol) e do supercrescimento bacteriano. 

Telefones: 41-3090-7001 | 41-3090-7002 | 41-3090-7003

Avenida Iguaçu, 1236 - Térreo
Rebouças - CEP - 80250-190 Curitiba - PR

COPYRIGHT © 2015 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS